Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desapareço sem tempo

Desapareço no tempo,
Sem saber se regresso
Adormecendo sem tempo marcado
Sem actos, palavras ou batimento cardíaco…
Desapareço na noite
Feito animal morto na estrada
Atropelada pela fuga
Afogada nas mágoas da madrugada

Soturna
Vazia
Anestesiada pelo estado que me abandonaste…
Sou frasco que guardou a tua bebida
Vício
Nada que me transformaste
Acto consumado
Facto
E assim...Desapareço do tempo
Sem cor, ao anoitecer
Adormecendo sem tempo marcado
Dissipo o corpo…
Por quanto tempo?
Joana Sousa Freitas
Enviado por Joana Sousa Freitas em 20/10/2005
Código do texto: T61627
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Joana Sousa Freitas
Portugal, 40 anos
118 textos (7239 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:29)
Joana Sousa Freitas