Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VÔO DOS ABSURDOS
Juliana Valis




Não pretendo alçar-me ao vôo dos absurdos,

Diluídos no mundo como vértices de leviandade,

Definitivamente, tenho sonhos mudos,

Irradiados como fótons de uma tempestade

De amores, de enigmas, de esperanças...




E, nas cores do verso que nos invade,

Tantos amores transbordam, suplicando luz,

Além das dores de uma potestade

Chamada "inépcia", em cores de uma cruz

Que só mesmo a alma pode decifrar... 




Por tudo isso, tenho apenas versos

Assim, dispersos, em labirintos tantos,

Que nem sei dizer como são tão imersos

Esses meus sonhos entre risos, prantos,

Enfim, nós mesmos somos universos,

Entre emoções, sentidos e quaisquer encantos.









Juliana Silva Valis
Enviado por Juliana Silva Valis em 22/08/2007
Código do texto: T619453

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Juliana Silva Valis
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 33 anos
3973 textos (883857 leituras)
4 e-livros (1863 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 21:35)
Juliana Silva Valis