Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"QUASE DOIDA OU DOÍDA?"

    "Vou passando pela vida ou ela passa por mim?
     O passado me dói,o presente me arrebata e o futuro me fascina...
     Marco meu viver com boas ações e trabalho,mas reservo um tempo para sonhar,talvez enlouquecer.
     Quando grito e ouço a minha voz,sufoco a lamúria na garganta e deixo minh'alma em desventura...
     Fico muitas vezes impassível como a rocha mas com o pensamento partido ao meio,sou capaz de amar e também odeio...
     Sou coração agitado que palpita em vão,mesmo assim busco outro coração.
     Em algum lugar devo ter um canto emoldurado de estrelas e de onde desafiarei a voz dos ventos.Sou assim alma e sentimento,quero fazer de mim a própria melodia,marco o compasso na pauta dos meus dias.Vejo então que desafino na harmonia,ecoo toques musicais na imensidão e espero que ao longe a brisa os afine e retorne trazendo pronta minha sinfonia!!"

                                   23/08/07      Marilda

Direitos Reservados
Marilda Lavienrose
Enviado por Marilda Lavienrose em 23/08/2007
Reeditado em 28/10/2015
Código do texto: T620919
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marilda Lavienrose
Campinas - São Paulo - Brasil
1643 textos (80783 leituras)
41 áudios (2915 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 02:59)
Marilda Lavienrose