Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

[Resposta a Marche-Marche]

Kathleen, sei-me assim...

... dobrado à força dos ventos, mas enraizado nas fendas da minha rocha, por vezes, finjo levezas que não tenho... de olhos postos no longe, a alma serena, pensativa, asas ligeiras nos pés! - Assim eu me queria!

Mas, sem o fio de Ariadne, eu grito a minha angústia num labirinto escuro, invento a impossível fuga: tento escapar à pegajosa gosma do Presente; quero fugir dessa "indeterminação inoperante", desse súbito desmoronar do Tempo - o vértice das escolhas! Talvez por isto, alguns dizem-me poeta... mas eu sou é fraco, e reivindico a minha fragilidade!
_____________
[Penas do Desterro, 24 de agosto de 2007]
Carlos Rodolfo Stopa
Enviado por Carlos Rodolfo Stopa em 24/08/2007
Reeditado em 10/07/2012
Código do texto: T621699
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Carlos Rodolfo Stopa e o site http://recantodasletras.uol.com.br/autor.php?id=1377). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Rodolfo Stopa
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
979 textos (48685 leituras)
33 áudios (3319 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 14:42)
Carlos Rodolfo Stopa