Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um Livro Chamado SOLIDÃO - Parte III

L

Lua cheia de saudade! Solidão e saudade parecem até irmãs siamesas, não acham? Irmãs tão ligadas que, ao separá-las as duas morrem...? Mas aí está a diferença!
A solidão sem saudade não morre e vice-versa. Por que então esta afirmação inicial? Por favor, me perdoem, estou falando de mim e isto, por mais triste que seja, sou eu.
A grandiosidade dos sentimentos de uma pessoa deve-se a sua angústia. Os angustiados são os melhores contadores de estórias alegres. Eles sabem a diferença. Os alegres? O que sabem? Ser alegre? Ser alegre qualquer um pode ser  mas ser angustiado é algo que necessita força e equilíbrio e fraqueza e loucura afinal os contrários são ótimos companheiros para a medida das coisas, aconselhada por Aristóteles.
A Lua tem quatro fases, eu tenho duas. Ela pode ser nova, cheia, minguante e crescente; eu, ah! eu posso ser angustiada ou alegre porém agora só consigo ser angustiada.
Lia Tavares
Enviado por Lia Tavares em 28/08/2007
Reeditado em 27/07/2010
Código do texto: T627670

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lia Tavares
Fortaleza - Ceará - Brasil, 35 anos
200 textos (10342 leituras)
4 e-livros (1253 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 23:19)
Lia Tavares