Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Tantos nomes norteiam meus pensamentos, tantas designações para tantos anseios, desvanecem-se todos, somando na vastidão velada do meu indecifrável segredo. 

A minha metade silencia, a outra esbraveja, grita e desvanece. A voz que ressoa, dentro de mim: muda. Inerte diante da partida. 

Quanto longe se faz, companheira solidão; mais feliz fico. Relembrando-a apenas em pensamentos, em sorriso recordo a sua doce ausência. 

Mas ainda assim, norteiam sobre meus anseios, nomes indefinidos, indagações perdidas, e o indecifrável segredo. Todos à mercê do tempo, do esquecimento e da depuração.
 
Amor? Resta dele apenas o gosto, já esgotado em meus lábios e desvaira na constante distância.
 
A vez por hora passa, volta e retorna, toca e dissimula. 

Tenho-te (Amor!!!) na certeza de minhas lembranças, traçados em imagens distorcidas pela ânsia de não mais toca-lo. 

E da solidão, ah saudade vadia! Quanta falta sinto de ti a me desvairar no choro, na contradição e na penitência. 

Corpo: surro-te, sentencio-te ao claustro.
 



•“Há momentos em que vejo o mundo como numa caixa de fósforo e dentro dele, apenas eu. Uma vastidão de palitos perdidos e somente eu dentro da caixa. Não pense que o que me move é a solidão, o amor ou qualquer outra sentimentalidade, não... pelo contrário, é a falta dele que me impulsiona. Talvez, se amasse não me sentiria dentro de uma caixa, mas eu amo! Amo, e mesmo assim estou entre quatro minúsculas paredes. Receio, talvez... ou ainda o medo a insistir ficar, medo de enxergar a minha imagem e vê-la refletida nitidamente, na incógnita,no inaudível, no indizível ou até mesmo no impossível.
Anita Fogacci
Enviado por Anita Fogacci em 29/08/2007
Reeditado em 10/01/2008
Código do texto: T629917

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Anita). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anita Fogacci
Cabreúva - São Paulo - Brasil, 45 anos
532 textos (38804 leituras)
1 e-livros (264 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 09:53)
Anita Fogacci