Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
"Noite desalmada"

Caminho pelas ruas, nua de alma. As luzes me contemplam. A lua me seduz. 

Ah lua! Bandida à espreita.

Que vento sorrateiro me toca, enlouquece-me em risos brandos.

A chuva, que fina cai, toca-me o rosto, sugo-a gota a gota, mata-me a sede temporal, mata-me o vazio, completa-me.

A noite ainda seduz, desvaira meu pensamento, ensandece sentimentos, os sons noturnos em sinuosas contorções mostram-se: sensuais, atrativos e perigosos!

Do outro lado, já guardado em seu leito, o homem dorme. E eu aqui, a tornar putável minha noite.





*Putável: alguém pode arrumar um significado para este vocábulo?
Anita Fogacci
Enviado por Anita Fogacci em 29/08/2007
Reeditado em 10/01/2008
Código do texto: T629978

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Anita). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anita Fogacci
Cabreúva - São Paulo - Brasil, 45 anos
532 textos (38803 leituras)
1 e-livros (264 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 06:46)
Anita Fogacci