Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O BESOURO E A MALDADE

Voa coleóptero
Vai à lua e me traz um lanche
Enfado-me com o almoço de todos os dias
(aquele que me presenteia a lebre);
O tempero não me é azedo, mas não sei...
Parece faltar as tuas asas, a tua liberdade;
Espere-me para irmos juntos; caberei em teu consolo
Nossas carapaças proteger-nos-ão das espadaúdas colites
Das rãs envernizadas, com suas línguas de sangue;
Leve-me, mas não me traga de volta
Haverei de estar no cio pelas horas e instantes
Ou quiçá, ainda, estarei completando a maioridade
Saudade de ti, maldade!
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 30/08/2007
Reeditado em 13/05/2008
Código do texto: T631218

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
732 textos (34318 leituras)
1 e-livros (249 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 00:59)
Cesar Poletto