Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Espelho de Marisa

Olha-me de longe,
apertando a vista de modo a ver melhor,
reparando os detalhes mórbidos do meu comportamento,
acompanhando um raciocínio lento,
de onde descobre um sentimento maior.


Finjo que não o vejo,
passa-me desapercebido pelos olhos do bom senso,
esse último, esquecido por um tempo,
aquele em que estive a ponto de me jogar
nos braços de quem me via.

Passo a mão no cabelo,
tiro da bolsa um espelho,
e contemplo uma beleza simples,
porém tardia,
então pergunto-me se isso me basta
para criar coragem suficiente de chegar aos olhos
de quem me via,
e questioná-lo sobre minha vida.

Quem sabe eu descobriria algo sobre mim...
Quem sabe eu não saiba o que me move, enfim.
Peço um café no bar, um cigarro para relaxar,
mergulhar na vaguidão onde minha vivência imergia.
Enquanto um olhar ao longe se fazia presente,
mas não incomodava, nem criava, nem destruía.
Era a simples vontade de conhecer o impossível,
era o mais perto que alguém chegaria
do meu ser inalcançável.
Bia Guedes
Enviado por Bia Guedes em 01/09/2007
Código do texto: T633533
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Bia Guedes
Fortaleza - Ceará - Brasil, 30 anos
148 textos (4068 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 00:16)