Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
“Abandonarei minha inocência, me vestirei da vida e dela retirarei o sumo, o prazer e toda histeria mundana!” 

Tão longe dos meus próprios sentidos, estou; que busco anelante todo e qualquer anseio que possam me conduzir por caminhos estritamente prazerosos. 

Há ainda, mesmo que salvaguardado em minha pele, um restinho de inocência, sendo ela o limite entre a minha loucura e a minha lucidez: um devaneio, uma lacuna histérica e sensível, capaz de sugar um mundo e vomitar apenas o que dele se fizer efeito. 

Não sei se saio correndo pelas ruas, despida da minha própria vergonha, ou se me visto da vida para dela desnudar-me, não sei se me embriago da noite ou se me acalmo dela, tudo é limite, tudo está por um fio, até mesmo a minha santidade. 

Ela (noite) surge incógnita, traiçoeira e sedutora, revela-se sobre seu véu negro uma vasta camada de libertinagem pronta para ser explorada, mas contenho-me, a noite sendo criança, dela usurparei e dela sugarei todo e qualquer inocente.
 
Ao avançar-me sobre as gretas escuras da desvairada “mundana”, busco-te, sufocando ainda um gemido guardado da noite anterior. E que venha o turbilhão ventoso, varrer minha face da vergonha e do despudor, que quebre os princípios anexos em algum artigo jamais lido, que desancore a impudica verdade imersa pelas águas ainda vivas do meu leito rio.

Que o céu, a Lua, o sol e todos os outros elementos sejam desvendados e entregues a mim, feito poção ou ópio, mas desregrado eternamente.
 
Determinante, no indefinível traço da minha personalidade, verossímil na trajetória e místico no dizer indizível.
 
A dúvida estará, desde o seu início, até o findar. Na leitura, apenas as palavras soaram significantes, mas a sua totalidade é que induz a eterna interrogativa.
Anita Fogacci
Enviado por Anita Fogacci em 03/09/2007
Reeditado em 10/01/2008
Código do texto: T637380

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Anita). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anita Fogacci
Cabreúva - São Paulo - Brasil, 44 anos
532 textos (38716 leituras)
1 e-livros (263 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 23:22)
Anita Fogacci