Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
"Duplo"

Exauri-me há muito pelo Amor. Amor de homem, que hoje já não me desassossega. Explícita, assim demonstro.

Intrínseco é o que latente há em mim. É segredo, revelado apenas em indecifráveis sussurros, gemidos e sensações.

Meu olhar em transparência reverbera o meu desejo. Pode conduzir, ou até mesmo destituir.

Sentir-me fugaz é não me consumir. Talvez na covardia do tempo que sabiamente reina contra.

Há um duplo em mim: um deseja, outro repudia. No desejo me fortaleço e me envaideço. No repúdio, esmoreço e morro.

E se há contrariedade, há impulsão. E nele desvairo-me nua de sentidos....


E você sabe muito bem onde tudo isso termina, não é?


Anita Fogacci
Enviado por Anita Fogacci em 07/09/2007
Reeditado em 10/01/2008
Código do texto: T642516

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Anita). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anita Fogacci
Cabreúva - São Paulo - Brasil, 44 anos
532 textos (38730 leituras)
1 e-livros (263 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 04:01)
Anita Fogacci