Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

fonte imagem http://madalena.blogs.sapo.pt/arquivo/escrever.jpg


VERSO EM PROSA

Eu queria que vida fosse vivida em verso e prosa e  que, todos os dias ,o céu tivesse as cores azul e rosa, num eterno outono, com cara de verão. 

E nesse céu delirante, ao invés de ventos fortes e uivantes, os ventos fossem uma brisa leve e constante,  de  sopro sutil   e calmante, e empurrase para frente as nuvens distraídas, e serenasse as almas agitadas,  que no desespero, à tristeza ousam se entregar. 

Eu queria, também, que os sons das palavras fossem muito menos importantes do que o som gritante de um corpo quando fala , seja de fome, seja de dor, seja do que for. 

E o amor? Ah! O amor! 

O amor, eu queria que fosse o único habitante, desse condomínio famoso e palpitante, essa caixa que nos faz sentir ora pequenos, ora gigantes e que se acelera sem nos consultar. 

É essa caixa mesma que você  aí na minha frente está pensando, essa caixa presa no lado esquerdo de seu peito, que mesmo com defeito, é o abrigo perfeito de todas nossas emoções.

Rosa Berg
Enviado por Rosa Berg em 09/09/2007
Reeditado em 09/09/2007
Código do texto: T644827

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosa Berg
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
509 textos (77550 leituras)
30 áudios (6090 audições)
2 e-livros (2217 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 16:55)
Rosa Berg