Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 

AGRADECIMENTO PELO AMOR ESPONTÂNEO.

 

 

GELIS:

 

 

ROSAS VAIDOSAS.

 

 

Rosas vaidosas, vós sois por demais orgulhosas!

Não mais vos ofertarei festivas como desejei.

Não sabeis vos comportar, pois sois indignas.

Sois nobres, mas sois impolutas e airosas.

Num gesto brusco e inconformado vou conter-vos:

Rosas vaidosas, convencidas e orgulhosas.

Por que sois elegantes e pressurosas?

Vós não sabeis apreciar a minha amada,

Em reverência de rosa a uma Estrela

E a beleza com que ela se reveste?

Custa-me censurar-vos ó blandiciosas!

Em nome dela a isso eu me proponho.

Rosas: Vós Sois um vegetal e não um ser humano.

Vós fostes estrela-rosa, rosa sideral.

Se prometerdes, um dia, servil adorá-la.

Eu juro! Voltareis em breve a vê-la,

Com as mesuras que serão somente dela.

Vós sereis sempre uma humilde rosa, mas...

Jamais vós sereis Estrela como ela.

 

 

 

Eráclito Alírio da silveira
Enviado por Eráclito Alírio da silveira em 09/09/2007
Código do texto: T645320
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eráclito Alírio da silveira
Imaruí - Santa Catarina - Brasil, 75 anos
889 textos (140954 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 04:32)
Eráclito Alírio da silveira