Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUEM SOU?

Posso dizer que sou um ser em permanente construção, com meus defeitos e virtudes. Sempre sacrificando o ser hoje pra me tornar melhor amanhã. Esta sempre foi a minha bandeira, encontrar dentro de mim o meu verdadeiro eu pra me fortificar no labirinto viver. E nessa busca caminho, dias penso ser forte, noutro caio, deixo-me cortar as raízes, mas levanto com toda a força pra recomeçar. Acredito ser ajustada, mas, ás vezes, me vejo num desajuste total, rodo a baiana, desço do salto e perco o rumo, mas logo recomponho-me.
Ainda estou trabalhando a minha emoção, ela ainda é muito indefesa, mesmo com todo um estudo sobre comportamento humano, ao qual me dedico há mais de vinte anos. Isso não significa dizer que quero engessá-la, apenas fortificá-la para evitar mais os momentos de tristeza. Mas por incrível que pareça, sinto precisar de momentos tristes e confusos, pois renovo as minhas forças e recomeço a viver.
Percebo meu maior defeito ser a impaciência. Sou apressada com a vida, quero vivê-la toda num dia só. Mas é outra batalha travada comigo mesma, viver um dia de cada vez, e estou conseguindo, felizmente. Por isso gosto de acordar cedo e aproveitar cada minutinho me dado por Deus.
Já minha virtude principal, destaco a sinceridade. Comigo ninguém fica em dúvida, falo sempre o que sinto. E já sofri muito com isso porque há pessoas que acreditam que ser amigo é encobrir os defeitos do outro. E eu não sei e nem quero a prender a agir assim. Nesse aspecto estou sem batalha pra melhorar.
Sou essencialmente alegre, gosto de tudo que me ronda. Tudo que é agradável, claro! Gosto de sentir o cheiro, o som e o barulho da natureza. Eles penetram o meu ser através dos meus cinco sentidos, me encantam e embriagam. Não preciso de muito pra viver, os recursos naturais preenchem a maior parte das minhas necessidades.
Mas também gosto do que o homem produz e traz conforto, não sou hipócrita em dizer que viveria feliz numa cabana. No mundo atual, isto seria impossível para mim, pois busco sempre aprender e crescer seja emocional, intelectual ou financeiro. Mas nada que me torne uma neurótica robotizada.
Adoro ler, leio tudo que me passa nas vista... até bula de remédio... comecei lendo cordel. Escrever é uma paixão desde a infância de menina simples do interior.
Curto todo tipo de música, depende do momento... sou alucinada por música, não consigo ficar parada ouvindo um som... mexo pelo menos um dedinho... Dançar também gosto muito... não sou nenhuma dançarina, mas entro em qualquer embalo. Adoro uma festa, se não tem, faço. Celebrar a vida é uma constante pra mim.
Não curto drogas, nem ilícitas, nem lícitas, não preciso de nenhuma pra me alegrar... sou naturalmente!
Procuro só fazer o que gosto e venho conseguindo. O bom é que faço bem feito, pois gosto de: ser mãe, esposa, filha, trabalhadora, amizades, viagens... enfim, curtir o que a vida me dá de presente, exigindo apenas de mim uma coisa: amor! E amar nunca é demais. Sou feliz com o que tenho e sei muito ainda ter pra conquistar.
 Está começando um novo dia cheio de alegrias... Booom diiia recantistas, vamos a luta...rs.
Fátima Feitosa
Enviado por Fátima Feitosa em 12/09/2007
Código do texto: T648749

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fátima Feitosa
Mossoró - Rio Grande do Norte - Brasil, 51 anos
1490 textos (94457 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 20:44)
Fátima Feitosa