Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dois em Um

Ao te ver, num encontro casual,
Lágrimas saltaram dos Olhos, [repentinamente]
Não as controlei, Alguns viram,
E não me esforcei para contê-las,
Algo estranho e ensurdecedor,
Tapou-me os ouvidos,
Num lampejo, em frações de minutos,
Todo meu Eu despencou,
Estava em ti meu sorriso,
Meu olhar, no teu,
Parecia que tinhas-me por inteiro,
Em sua aparição, sentir-me vazio,
Sem coração, sem alma, sem vontade própria,
Faltou-me a respiração,
Posso apostar que o coração parou,
Por milésimos de segundo, se isto é possível!
Não compreendir que força me anulou,
Apenas olhou-me rapidamente,
Treinei a troca de olhares, encenei tristezas,
Mais vi que exergou-me!
Viu bem o que se passava,
Sentir-me como os pedintes,
Estendo a mão desesperadamente,
Como uma súplica mal feita,
Com palavras frias, mal pronunciadas,
Sentir pena de mim mesmo, ante sua perspicácia,
Mendigando seu sorriso, seu amor,
Sei que te falta provas,
E concretas ações,
para creres que te amo,
Nem eu sabia mensurar o quanto,
Reduzi-me a pó, voltei de onde vim,
Meu único regozijo, é saber que estou vivo,
Se morto estivesse, não sentiria tal dor,
Não palpitaria o coração, não sentiria emoção,
Não é fácil descer degraus, nem voltar atrás,
Quando pensa-se que se sabe tudo da vida e do amor,
De repente um acontecimento assim, nos ensina,
Nos faz entender que não se sabe nada,
Que dependemos sim um do outro,
Não importa quem seja e o que seja,
Importa que saibamos que a Vida é isso,
Uma verdadeira caixinha de surpresas,
Parece que sabes meus segredos mais guardados,
Que podes sair e entrar dentro de mim,
Quando assim desejares, um mistério?, uma sina?
Queria saber quem te deu tal privilégio,
Aprendo com Você a nunca mais dizer jamais,
Que controlo minhas paixões e que me resguardarei de seus beijos,
Quero amar-te a teu jeito, já que desaprendir tudo o que sabia,
Quero tua companhia senão em anos, dias, e horas ...
Minutos não me fartaria!, visto que estás pra sempre em Mim,
Enquanto eu viver e lembrar-me que te chamo todos os dias,
E tu vens imediatamente preecher-me o coração,
Sem razão, sem medida, sem porques, sem direito a negar-se,
Pois Eu e Você, somos fôgo e paixão, loucura e sedução,
Anjos puros, partes de um amor desencarnado, somos Dois em Um.

Esau Saint Marie
Enviado por Esau Saint Marie em 13/09/2007
Reeditado em 18/08/2009
Código do texto: T651227

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Áudio
Dois em Um - Esau Saint Marie
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Esau Saint Marie
Imperatriz - Maranhão - Brasil, 50 anos
55 textos (2364 leituras)
15 áudios (594 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 12:11)
Esau Saint Marie