Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Anjo de Guarda

Meu Anjo de Guarda
Marilda de Almeida
 
Anjos vagam pela noite
Num céu azul anil
Numa noite estreladas de verão
E eu sozinha e solitária
Com o choro abafado pelos sons
dos carros que passam por mim.
 
Meu corpo parece uma metamorfose
Parece que eu envelheço a cada minuto
Os sonhos viajam muito rápido, não
consigo assimilar nenhum deles, para
ter tempo de persiguí-los.
 
Me cortam como o fio de navalhas
A minha dor só aumentava, já não
mais sentia o meu pisar, só sentia o
reflexo dos faróis sobre meu corpo.
 
E os anjos aqueles que nos protegem
por onde andam? Será que eram eles
que vagam sobre mim, a espiar-me
sobre a minha solidão?
 
Quando não mais aguentava caminhar,
sentei no meio fio para esperar...
E senti uma leve brisa tocando meu rosto
me dando forças, energias, um frescor na
alma e me pondo de pé, só podia ser ele
o meu anjo de guarda me sacudindo para a vida.
 
Para quebrar os elos dessa corrente que me
prendia e seguir em frente, lutar pela vida
com a razão e menos com o coração
 
Nessa nova vida, só eu tenho a ganhar,
pois minha alma não vai ser devassada por qualquer sonho invisível, estarei atenta
a realidade dura e cruel, mais estarei vivendo
com a sua proteção Senhor e o meu anjo de
guarda estará sempre a me guiar.
 
Marilda.
27/12/2006
Marilda de Almeida
Enviado por Marilda de Almeida em 14/09/2007
Código do texto: T652851
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marilda de Almeida
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 59 anos
72 textos (2501 leituras)
1 e-livros (138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 02:09)
Marilda de Almeida