Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA INFANTIL

Legado de emissário
Cruz que encapota a virgem
Aos meios, embora vazios
Toque e sensação de pio.

Renasce do inferno o codeguim
Arde mais à hora do frio
Por célere que seja a água banhada
Sem sopa ou consciência de nada.

Revés do véu
Negro, indigno e abissal
Um tiro de escopeta na foz do amor
Gigante a aquiescer perante a morte.

Solícito céu
A escumar da boca a chupeta
Por sonhos pueris, decadentes
Ó irrefutável sereno, caia-me.
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 18/09/2007
Reeditado em 06/05/2008
Código do texto: T657355

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
732 textos (34289 leituras)
1 e-livros (249 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 12:29)
Cesar Poletto