Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Emudeci

Acabei emudecendo!
A voz muitas vezes nos falta;
E o que resta, apenas, as esperanças mortas.
Pensamentos vagos, e o silêncio ensurdecedor.
Um dia, quem sabe, o mundo ouça,  a minha voz,
E os anjos,  a levem até Deus,
E, eu novamente, volte a sonhar.
O triste, dessa vida,  é quando as esperanças se vão,
Deixando o vazio na alma, que cala.
E percebemos, que nada daquilo, que um dia acreditamos,
Não passa de uma utopia, uma ilusão.
A tristeza ou a  alegria, de um poeta,
É escrever versos, que o levem, a sair do mundo real,
E nas rimas, de cada estrofe, pelo menos fugir do mortal.
E o que resta é escrever,
Sentimentos em palavras num papel,
Na esperança de que...
Quem sabe um dia...
Elas sejam lidas, por um outro ser,
Tão sentimental, quanto eu;
Simples mortal!


SilScher
Enviado por SilScher em 19/09/2007
Código do texto: T659199
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SilScher
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
150 textos (9943 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 19:08)
SilScher