Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Viajando no sonho

É noite, meu corpo cansado, repousa no leito,
Inerte, parece que nem respiro, estou a sonhar!
Vagueio por sobre a cidade, do alto vejo o pisca- pisca,
Do lusco fusco das luzes a brilhar.
Ruas desertas, um latido ao longe, me chega aos ouvidos.
Continuo a voar. O céu sem estrelas,
Nuvens prenunciam... A chuva não demora a chegar.
Não sinto frio, continuo meu passeio soturno,
Numa noite de inebriante paz.
Meu espírito está livre, como é gostoso flutuar.
Pareço uma pluma, sem a densa matéria.
A cidade em completo silêncio,
Ou sou eu que ensurdeci?
Inebriada com rara beleza, com tanta paz.
Numa rapidez, me vejo num campo florido.
Oh! beleza! São girassóis!
Um campo amarelinho de singular ternura.
Eles estão quietinhos, a esperar pela luz do sol.
Acho que nem notaram que essa manhã o sol não surgirá,
Virá a chuva em seu lugar.
Mas noto com singular tranqüilidade,
Que os girassóis na sua simplicidade
Sabem que além das nuvens, o sol continuará a brilhar.
Esta na minha hora, de regressar.
Retorno ao meu corpo, é hora de despertar...  mais um dia!
Que seja um lindo dia! Abençoado por Deus!
SilScher
Enviado por SilScher em 21/09/2007
Código do texto: T662547
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SilScher
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
150 textos (9941 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 14:16)
SilScher