Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nada de mais

O sol está ali em cima. Eu transpiro, e isto é ruim para um homem frio como eu. Tenho um rumo: a estação rodoviária, da qual estou apenas a cem passos de distância (mas me canso mesmo assim). E já que querem saber, preciso ir a São Paulo, resolver lá uns problemas relativos aos negócios da Empresa, fazer contato direto com uma... ah, vocês sabem.

Enquanto caminho pela rua, piso na uvas que caíram das barracas da feira. Mas só me dei conta deste fato quando cheguei, e a multidão indicou o lugar certo de meu destino primeiro. O calor humano torna o clima ainda mais árido, e tenho calafrios. Então sento no lugar certo e vou contemplar algo lá fora, sabendo que tudo chega a seu fim. Ronquei um pouco; aí, legal, estou recomposto. Um pouco mais vivo, um pouco mais vivo, um pouco, um pouco, mas vivo.
wsdafae
Enviado por wsdafae em 23/09/2007
Código do texto: T664459
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
wsdafae
São Paulo - São Paulo - Brasil, 27 anos
89 textos (6899 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 07:39)
wsdafae