Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pensamento na madrugada.

Fosse o que não fosse
Tivera sido trazido de longe
De tempos em tempos calado
O dito pelo não dito.
Curvo-me na morada
Despenco do travesseiro
Num sono leve me encontro
Trazendo dos sonhos perdidos
Molho a garganta com o suor
Bebo em tua taça o licor
De um beijo roubado
Nutre sem consciência
A dor que dói à permanência
De dias inteiros sozinho
Sem teu abraço ou carinho
Sem tua voz ouvida
Meu coração dilacera na batida
Que teria que ser compassada
Mas de acordo com a forma narrada
Vem descansar seu descanso
Tampo tua boca com meu pranto
Tremulo, surto em fobias
E os medos diretos me espantam
Tudo que viver e vivia
Outras épocas outras andanças
Morno entre soluços e respiros
Dos suspiros e sussurros
Se compreendesse e resolvido
Mas pelo que sinto irremediado
Foi se o tempo, velho e coitado
Pra longe, bem longe da visão
Onde é aqui primavera
Lá se faz verão.
Roberto F Storti
Enviado por Roberto F Storti em 26/09/2007
Código do texto: T669783
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Roberto F Storti
Araçatuba - São Paulo - Brasil, 60 anos
613 textos (33310 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 09:53)
Roberto F Storti