Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O visitante

Estou aqui apenas de passagem. Não sei porque vim, nem para que. Cheguei de bolsos vazios; aliás, nem bolso eu tinha; porém, fui muito bem recebido. Também não vou levar nada daqui. De que adianta juntar coisas se não poderei carregá-las? Cheguei sem nada, e com nada vou partir. Partida esta, sem data marcada.
Deixo a vocês apenas a minha passagem. A minha estadia. Porque esta sim me pertence. O meio. Não decidi quando começar minha jornada. Também não decidirei quando ela termina. Mas este intervalo entre os dois, espero que seja repleto de paixões, angústias, desejos, lágrimas, libidos, gargalhadas.... enfim,  tudo. Eu quero tudo. Sou um hóspede exigente. Ainda bem que o Anfitrião me permite tudo isso. Permite a seus meros visitantes que contemplem o pôr-do-sol, as cores, as árvores, o mar. Contemplem as mulheres. E eu estou aqui para contemplar. Nada me pertence. Nem sequer a mim mesmo. Por enquanto sou D’ele, mas depois serei de alguém, com um aroma bem especial. Alguém que darei meu coração. Mas continuarei sendo D’ele também. E aqui está mais uma coisa deixada por este mero visitante. Estas palavras desencontradas. Estes versos inacabados deste aprendiz. Este dueto feito pelo visitante, com a permissão do Anfitrião. Mas este não é o final; é apenas uma pequena parte do... meio.


ilsanches@gmail.com

Ivan Sanches
Ivan Sanches
Enviado por Ivan Sanches em 30/09/2007
Código do texto: T675247

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ivan Sanches
Santo André - São Paulo - Brasil, 35 anos
141 textos (12544 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 06:11)
Ivan Sanches