Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Oceano de incertezas....




Amar-te, é te sentir como o movimento das marés...

Nesse eterno balanço de idas e vindas...

Se na maré alta tenho de ti uma certeza...

Na vazante só me restam dúvidas...

Há dias, em que o sol brilha...

Porém, há também, noites de tempestade...

Os ventos são como um lampejo de tua presença...

Que sopram e impulsionam meu navegar...

Mas sei que sempre haverá calmarias...

Pois a solidão da onda que quebra insistente...

Traz-me a saudade que ficou de um beijo...

O calor que emana da areia branca...

Aquece meu pensar, e me reanima...

Tenho por ti, uma vontade urgente de amar...

E um oceano de distância para te encontrar...

Olho o horizonte perdido no céu azul infinito...

Como quem olha para dentro de si mesmo...

E não encontra o porto seguro em ti, que um dia houve...

Parece que não há mais rotas, nem cartas marítimas...

Que apontavam para o farol que iluminava a vida...

E mesmo assim, o mar continua a oscilar...

Entre enchentes e vazantes persistentes a acreditar...

Que amar-te, é navegar por um oceano de incertezas...




Marcelo Scot
Enviado por Marcelo Scot em 04/10/2007
Reeditado em 04/10/2007
Código do texto: T680309

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Scot
São Paulo - São Paulo - Brasil, 53 anos
393 textos (38326 leituras)
9 áudios (1478 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 07:57)
Marcelo Scot