Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Razões do Poeta

 

Longínquo é o Sol que me aquece,

Distante está o amor que escolhi

Por que apaixonar-me por alguém

Que nem sabe de mim e muito além,

Encontra-se o amor que pressenti

E que, cada vez mais se arrefece?

 

A verdade é que na vida escolhemos

Aquilo que ao bem viver pertence...

Porém, por mais esforço que se possa

Fazer por dirigir a vida nossa

E que, pela razão a gente pense,

As amarguras vêm e as acolhemos!

 

Ninguém pena, por querer ser sofredor

Que a felicidade é sempre a meta.

Apesar de que, nem sempre é razoável,

A busca de um sonho imponderável,

Confundem-se as razões de um Poeta

Perseguindo o verdadeiro amor!

 

img254/3954/angesexynw8.gif

Milla Pereira
Enviado por Milla Pereira em 05/10/2007
Código do texto: T681293

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Milla Pereira (http://www.millapereira.prosaeverso.net/)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Milla Pereira
São Paulo - São Paulo - Brasil
2952 textos (492554 leituras)
42 áudios (7879 audições)
14 e-livros (6401 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 07:52)
Milla Pereira