Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS QUATRO PAREDES

Fale-me a verdade: O que dizem de mim por aí bocas estranhas? O que sussurram aos quatro ventos, nas suas solidões entre quatro paredes? Tudo parece quieto e placidamente imperturbável; escuto apenas o barulho incessante de um relógio imaginário, dos seus ponteiros se mexendo a cada segundo, a cada minuto levando a simplicidade desta minha “coisa” para um esquecimento.Arde em mim chama mais ativa, chama intranqüila, que me deixa de olhos abertos a qualquer claridade, e quando peço que eu durma, assim eu durmo.
   Quero apenas um pouco destes seus dias inúteis como os meus para ver que talvez sempre é a mesma coisa:?
Rodney Dos Santos Aragão
Enviado por Rodney Dos Santos Aragão em 09/10/2007
Código do texto: T687311

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Rodney Aragão). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodney Dos Santos Aragão
Cabo Frio - Rio de Janeiro - Brasil, 44 anos
188 textos (8669 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 07:41)
Rodney Dos Santos Aragão