Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENQUANTO ISSO...



A orquestra soava,
E à voz de Carreras,
Uma  lágrima brotava

E então girava...
E  sonhava...
E despertava,
E desesperava.

Readormecia...
E assim...fugia...

Enquanto isso...
A  voz ressoava...
O sino repicava,
A hora girava...

Então,
Se  ajoelhava...
E rezava,
E lembrava...
E agonizava!
E acatava.

Enquanto isso...
Também  buscava
E afastava...
E queria,
E se partia...
E repartia...
A alegria.

Enfim...um dia
Então partia,
Dum poema
Infindável,
Irretocável...
Imutável.

Enquanto isso...
A orquestra selava.
E a poesia chorava,

Porque amordaçada,
a  vida passava...
Enquanto isso.


MAVI
Enviado por MAVI em 10/10/2007
Código do texto: T688076

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MAVI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
5422 textos (339092 leituras)
991 áudios (86925 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 03:08)
MAVI