Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bairro Peixoto de Copacabana

Ao te conhecer
Meu nariz pra ti entortei
Não queria nem saber
De um lugar tão démodé

Um bairro interiorano
Com pracinha lá no centro,
Só falta o 'footing' dominical
E a banda num coreto tocando

Vinda de cidade pequena (oh, céus!),
Quero ver cidade grande,
Ruas e avenidas largas, muitos arranha-céus
Anúncios gigantes de néon bem vibrante

Quero falar pros amigos lá do micro
O que é o macro urbano
O que é o Rio a noite
O que é a avenida Atlântica

Porém, não muito tardou e algo aconteceu
Uma saudade imensa me abateu,
Era só melancolia e desencanto
E foste tu, amado Peixoto,
Quem acolheu o meu pranto

Sentei nos bancos de tua pracinha
Senti tua brisa leve me acariciando
Reconciliei com as coisas simples e belas
Até sentir o coração feliz e saltitando

Percorri tuas ruas bucólicas
Confortei-me com a calma dos mais velhos chegando
E ao ver o sorveteiro e o pipoqueiro
Juntei meu sorriso aos das crianças brincando

Peixoto, bairro querido
De Copacabana és o oásis
Estarei sempre te procurando.
Como a um amigo: me perdoa !
Pois sei que preciso muito ainda de teu ombro.


Rio, out/07


Marisa Queiroz
Enviado por Marisa Queiroz em 10/10/2007
Reeditado em 24/10/2007
Código do texto: T689001

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite nome do autor e link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marisa Queiroz
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
265 textos (123034 leituras)
4 áudios (831 audições)
1 e-livros (161 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 15:25)
Marisa Queiroz