Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CESTUS

CESTUS
Delasnieve Daspet
                                           
De manhã,
Fico olhando o céu azul,
A verde mata,
A minha frente.
De repente o anil torna-se plúmbeo.
Escurece.
Muda o tempo.

É assim, aqui.
Do nada ao tudo.
Do verso ao reverso.
Agora - mansa chuva descortina-se
De minha janela...

Eu, olhando estas mudanças
Da natureza,
Mentalizo a vida.

E mais uma vez chegarei na madrugada
Com os pés na terra
E a cabeça nas estrelas!

Mas - observando me questiono
Cadê o amor?
Onde esta o ser especial
Que me foi reservado
Neste seis bilhões de almas
Do mundo?!

Não!
Não fui posta de lado
Neste mundo global,
Talvez o caminho trilhado
É que não esteja igual!

Não quero saber de gianecchinis,
Deuses apolos e vazios...
A minha imagem perfeita
Condensa alma, olhos e poesia
Mas onde andará este sonho?!

Ah!
Tal qual Afrodite,
Coloco meu Cestus
Para este desconhecido,
Esperando inspirar o Amor!
***delasnieve daspet-Campo Grande MS,





 
 
Delasnieve Daspet
Enviado por Delasnieve Daspet em 29/10/2007
Código do texto: T714252
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Delasnieve Daspet
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 66 anos
688 textos (29599 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 18:04)
Delasnieve Daspet