Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Historinhas



Ei, Manjar!
Quanto punça a tua ceia,
Faz de conta que dela se tira...
Cem por cento de pontas de areia.

Ei Trajam!
Quanto debruça a tua rede,
Era uma vez que mela e tira...
Quatro por quatro de lascas de sede.

Ei, Jiloca!
Quanto bagunça a tua cisma,
Nos anos de tempo que rela mentira...
Casos por acaso de conta de rima.

Ei, Camara!
Quanto fuça a tua popa,
Em tudo começa que nela te tira...
Elas por elas de casca de sopa.


Alcebíades Segundo
Enviado por Alcebíades Segundo em 29/10/2007
Código do texto: T715492

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Com respeito aprópria obra e propósitos utilizados para o conhecimento literário e a evolução da vida.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alcebíades Segundo
Guanambi - Bahia - Brasil, 39 anos
163 textos (9533 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 09:25)
Alcebíades Segundo