Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um sonho

Eu fiz um sonho estranho, um sonho pra correr ou voar, talvez nem um nem outro
Eu fiz um sonho de mar na beira de uma floresta
Um sonho de renda pra namorar, rir na lua e com as estrelas passear.
Estava eu em algum lugar, bizarro, deserto
Um lugar de algodão ou de seda
Uma nuvem ou um canto
                            Um lugar qualquer
Do outro lado um encanto, algo indefinìvel
Tinha gente, tinha bicho
Batuque e blà-blà-blà
E uma ponte descendo a beira mar
Entre rios e palmeiras
Balançava eu, ora chorando, ora alegre
Um sonho vadio e cheio de almas, sons e cores a vadiar

                                  E agora José ?

E o azul pintado no céu
Derramou no chão seu véu
E a estrela que sorria
Derramou làgrimas
No coração triste de minha alegria

                             E agora o sorriso ?

Sorriso andou no mar
         No chão
Parou na esquina do coração

Là vou eu devagarinho sonhando
Me perdendo em mil coisas que agora esqueci, coisas lindas que quero lembrar

Ah ! Saudade
                        Saudade !

                               Quero sol
                               Quero verde
                               Quero correr sem pressa
                                  Nas ondas do mar

                               E agora o mar ?

Sonhar
                     Sonhei

De amar
                   Amei

Chorar
                  Cantei

Amor
                        Amar
                                          Amei


                                 Eu chorei !


E o vento corria, como louca eu o seguia
Nas estradas da vida, vamos todos procurar alguém
Um sonho, um amor
                               Um desejo, um encanto

Procuramos todos nas estradas da vida, o rumo certo, para viver e amar

E meu sonho acabou sem toque, sem palavras, sem final
Um sonho de prata e papel
Algumas lendas de velas para contar
Alguns chapéus de aço para caçar
Prata, lendas e chapéu
Um sonho de sabores, maçã dourada, pêras prateadas
Suspiros gloriosos de mel
Um sonho, um minuto
Apenas um beijo da eternidade !
Rita De Aragão Santana
Enviado por Rita De Aragão Santana em 30/10/2007
Reeditado em 15/06/2010
Código do texto: T715670
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rita De Aragão Santana
Wasquehal - Nord-Pas-de-Calais - França, 57 anos
123 textos (3524 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 03:44)
Rita De Aragão Santana