Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lapidação

Lapidação

Lamento não te amar como tu queres, te escolhi entre zil mulheres para seres a dona do meu coração, senhora dos meus sentimentos e musa dos meus sentidos, mas isso não te basta, não tem a forma que desejas nem se encaixa em teus sonhos.
Eu te avisei que não era um príncipe, muito menos encantado e longe da personificação das tuas quimeras, sou apenas a união de qualidades e defeitos em oscilações constantes.
Ante minhas assumidas imperfeições e erros, dou-te meu amor ilimitado e me escancaro para ser amado, da forma que quiseres, com os valores que possuis, do jeito que és, sem expectativas ou formatos pré-concebidos.
Para mim, o amor é uma massa a ser modelada e pode tomar o formato que quisermos com paciência, dedicação e empenho, ou mesmo um diamante bruto a ser lapidado.
Vamos trabalhar juntos nisso ? Eu quero muito e você ?

Leonardo Andrade
Leonardo Andrade
Enviado por Leonardo Andrade em 30/10/2007
Código do texto: T716363

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leonardo Andrade
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1523 textos (65030 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 04:08)
Leonardo Andrade