Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A ultima

Não precisava aquelas palavras
Uma coisa é terminar um namoro, um casamento
Ou qualquer relacionamento entre Homem/Mulher
Mas agente no máximo gosta e deixa de gostar um do outro
È um rolo tão enrolado que nem passa de amizade
Gosto de você e já te disse isso num “poema” anterior mas
Não é como você pensa não se preocupe
Você não faz o mal que pensa a mim
Mesmo eu tendo minha idéia postura central a respeito
Não vou devanear sobre
Você não tem maturidade pra entender quem dirá pra aceitar
Gosto de você diferente dos demais que gosto ou já gostei
Nem mais nem menos, diferente
Mas não gosto só de você
Você não é nem metade pra que seja assim
E eu não sei gostar assim, pela metade
Sendo assim, não estou te perdendo e nem você vice versa
Porque nunca tive você como gostaria e a recíproca é verdadeira
Portanto termino dizendo que pare e repense um pouco
Na dimensão das coisas que você faz principalmente comigo
Porque um dia não terá volta
e você sairá perdendo a única coisa que tens de mim
minha amizade sincera.


---------------------------------
(a derradeira das músicas do Cazuza)

Pra que sofrer com despedida
Se quem parte não leva nem o sol nem as trevas
Quem fica nunca esquece tudo que sonhou
Tudo é tão simples que cabe num cartão postal
A historia de amor não pode acabar mau
O adeus trás a esperança escondida
Pra que sofrer com despedida
Se só vai quem chegou
E quem vem vai vai partir
Vc sofre, se lamenta, depois vai dormir  (cartão postal)
----------------------------------------------------------

Porque nem se o poeta Cazuza voltar eu volto atras dessa vez.

Delázari
Enviado por Delázari em 31/10/2007
Reeditado em 31/10/2007
Código do texto: T718298
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Delázari
Governador Valadares - Minas Gerais - Brasil
221 textos (28181 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualizaçăo em 20/08/17 09:42)
Delázari