Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Boca

Ela é perigosa e maldosa,
Muitas vezes traiçoeira
Mas é capaz de ser amorosa,
Dotada de amor verdadeiro.

Ela ofende, ela difama,
Ela mente e dissimula.
São inverdades infames
Daquela que nunca se anula.

Ela ama com ternura
Flexada no coração
Como pode até morder
Lança fogo de dragão

Quando simplesmente fala
É humilde ou arrogante,
Porém desprezada não cala,
Grita alucinadamente.

Ela reza bem contrita
Para uma graça alcançar;
E entre lábios agradecidos
Ajoelha-se ao pé do altar.

Boca ansiosa e aflita,
Quando nervosa traga tudo;
Come, bebe e se agita
Em estado de agonia aguda.

Apedreja com palavras
E sem qualquer pudor
Aquele que a desame
Ou lhe sonegue o amor.

Não tenho culpa, ela jura;
Na mais pura indignação;
Sou mera fiel cumpridora
Do general que é a mente, eu não.

Boca doce, sorrateira,
Aquilo que a desmerece
São as coisas que proclamas
Nunca o que te rodeia.
NilzaFreire
Enviado por NilzaFreire em 31/10/2007
Código do texto: T718366
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
NilzaFreire
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
424 textos (9978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 00:43)
NilzaFreire