Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor oculto

Amo alguém que não conheço.
Sei que existe, mas não sei quem é.
Quando o amor chega ele se instala em nós e ali fica dormente.
Repentinamente ele dá sinal de sua existência
Perto da amada o coração dispara; a cútis da face fica rubra; as pernas tremem e quase não sustentam o corpo; a boca seca  e a gagueira se instala.
Estes são os benignos sintomas do amor.
Estou esperando eles se manifestarem para eu diagnosticar a intensidade do amor que há em mim.
Poderia abreviar tudo e eleger a primeira donzela e dizer que meu amor pertence a ela.
Mas não daria certo, porque isso não é amor, é o desespero de quem ama e acha que ninguém o ama ou amará.
Quem ama de verdade como eu aprendeu a esperar porque sabe que sua amada é um presente de Deus enviado na hora certa.
Nei Fernando
Enviado por Nei Fernando em 04/11/2007
Código do texto: T722795

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Nei Fernando). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nei Fernando
Andradina - São Paulo - Brasil, 10 anos
19 textos (362 leituras)
5 e-livros (2542 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 06:08)
Nei Fernando