Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


                                            SÓ DEPENDE DE NÓS 

O dia estava amanhecendo.
Resolvi começar a caminhar, embora sempre deixasse para depois. A rua deserta, os ipês com suas flores molhadas pelo orvalho, nas mais diversas cores, percorrendo a rua, faziam um belo lugar para se deixar envolver pela beleza da manhã.
Dos jardins das casas vizinhas, vinham perfumes de flores e aqui
e ali, o latido de um cão protegendo seu lar.
Caminhei por um longo tempo e cheguei numa praça onde os brinquedos das crianças, em silêncio, aguardavam suas visitas cheias de risos e muita alegria.
De uma casa de esquina começou o som de uma linda música, que levou meus pensamentos ao passado, não muito distante. Senti voltar em mim uma juventude que teimava esconder-se em meu íntimo, mas que desejava de alguma forma, libertar-se, só não sabia como fa\zer...Ao caminhar de volta, já com pessoas apressadas, indo e vindo; os carros com suas buzinas irritantes, fez-me perceber que, mesmo assim, com toda a agitação da vida, com todos os contratempos passados, eu poderia participar, viver sem medos, sem receios. Sentir-me bem, com o sorriso de uma criança, o perfume das flores, o canto dos pássaros, o afeto de um cão.
Música, e por que não ouvir música e cantar? Por que não deixar penetrar em minha alma sentimentos de alegria, felicidade?
Afinal, a felicidade é feita de momentos e só depende de nós fazê-los perdurar através dos tempos se, em vez de ficarmos relembrando apenas as tristezas, deixarmos na mesma porporção, que os momentos felizes também aflorem em nossos pensamentos.
Ser feliz ou estar feliz é apenas uma opção de cada um, já que nós é quem fazemos a nossa vida, nós e somente nós mesmos,podemos mudar nossos caminhs e essa mudança começa de dentro para fora. É preciso aprender a fazer-se feliz e ficar feliz.
Nada é para sempre, nem os belos momentos, nem os piores sofrimentos. A saudade é eterna, só não devemos fazer dela um meio de vida. Ela fica lá num cantinho e vez por outra, nos lembramos, pois não esquecemos nunca de acontecimentos, das pessoas, de um animal que um dia tivermos amor, afeição, dedicação, carinho...
Só nós podemos fazer de nossas vidas, de nossos caminhos, uma rua de flores perfumadas, de um sol nascente, de bela música, ou uma rua de pedras incertas, escura, sem luz, sem nada.
Só depende de nós
...


Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada Enviar e-mail
naja
Enviado por naja em 07/11/2007
Código do texto: T727011
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
naja
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1207 textos (236279 leituras)
147 áudios (33086 audições)
525 e-livros (50965 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 00:21)
naja