Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hoje

Hoje,
Te vendo à minha frente
Falando sem parar,
Sinto-te tão longe da minha vida,
Tão distante das lágrimas que
Ás vezes percorre minha alma.
Senti-te dentro de mim, mas
Tão profundo. Tive medo que as minhas lágrimas
Te sufocasse.
Em certos momentos te sinto tão
Vivo dentro de mim,
Que  sorrisos inesperados se formam
Em meu rosto,
Despertando logo a tristeza
Que adormece e desperta a
Cada dia que não te vejo.
E mais uma vez estou
Eu triste
Porque me desperto pra realidade
E te descubro como uma impossibilidade
Volto a mentir para o mundo
E para mim que te esqueci
Assim livro-me das críticas,
E de tudo que faz com que me
Faz achar que és parte de mim.
Ás vezes sou surpreendida com
Um sorriso seu e quase que
Caio em tentação
Mas de repente volto à realidade
Reconhecendo o meu lugar, e o
Vazio impreenchível do meu coração.
Penso em ter-te ao meu lado,
Mas logo compreendo que melhor será ter-te
Como um sonho lindo que pode
Realizar-se ou morrer para sempre.

Virginia de Santana
Enviado por Virginia de Santana em 07/11/2007
Código do texto: T727378
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Virginia de Santana
Anísio de Abreu - Piauí - Brasil, 35 anos
191 textos (35045 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 03:45)
Virginia de Santana