Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O tempo é implacável, não deixa esquecer que as coisas passam, ai!
E aquelas coisas que a gente quer que dure pra sempre? O primeiro salto, o primeiro beijo, a primeira transa, o primeiro filho. O primeiro marido?! Este se bobear a gente leva tempo para esquecer, principalmente quando há filhos e uma pensão pra tratar.
O tempo vai-e-vém, num desenrolar louco, basta parar um pouquinho, e pronto, tudo vai ficando pra trás e azar o teu se não souber viver, se não souber curtir e capturar a beleza destes momentos, vai pro espaço, sem dó.
Ao mesmo tempo, falando em tempo,  ele ajuda com coisas que a gente não quer nem lembrar, suaviza dores, porradas da vida que não tem como não levar, ou aquelas que a gente pede.
Pais, amigos, conhecidos, que partem pra outros lugares e,  também, para o infinito. Pessoas, coisas, pedaços que vamos deixando pelo caminho, perdas, derrotas, que batem duro, e quando,  sem querer,  lembramos, mesmo voltando a viver,  são mais amenas, viram coisas do ontem.
Julgo que tenho sorte de ser poeta.
Posso viajar nos meus mundos internos usando uma lente que amplia o que vivi, e neste momento único, só meu, é quando passo uma peneira e deixo de lado o que não incomoda e cutuco a dor.
Assim, quando o poema se forma e  letras caem na tela do meu computador, deixo ali um pouco de mim, arranco o que sangrava até a última fibra e viro as páginas das  tristezas, ânsias e mistérios construídos dentro do meu eu e adquiridos com o tempo.
Graças por ser poeta! É o que me permite um olhar melhor sobre o tempo que deixei pra trás, posso viver mais em paz o meu presente e prosseguir minha viagem com uma carga mais leve.

Soninha Porto Poemas
Enviado por Soninha Porto Poemas em 08/11/2007
Reeditado em 18/03/2009
Código do texto: T728113

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Direitos reservados à autora Soninha Ferraresi Porto®). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Soninha Porto Poemas
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
293 textos (16645 leituras)
1 áudios (61 audições)
18 e-livros (1752 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 01:28)
Soninha Porto Poemas