Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor ao canto da sereia…
 
Deixe-me enfim tomar seu corpo, e com minhas mãos oleosas pelo creme de néctar limão, que humedece meus dedos e palma da mão, a deslizar por si.

Assim  posso com suavidade percorrer tua pele e torneando seu corpo com o fluido do meu néctar delicia, procuro fazer de seus membros pequenas pétalas que se juntam e se encaixam de forma unida e sentida, fazendo de ti uma rosa florida no jardim que cultivo com meu carinho e com gosto de cheiro bom. 

Deixa-me percorrer cada palmo de teu corpo, assim como quem desfruta do suave perfume, tocando com meu nariz cada poro da sua pele que se mostra luzente pelo brilho do creme, pelas minhas mãos  acariciado. 

Sim és uma flor que toco a cada momento com pensamento intenso, fazendo te molhar em seu prazer e assim delirar e sentir o canto da sereia que há dentro de ti e que se faz presente em minhas mãos a te acariciar.

Sim, canta o canto da sereia, leva-me ao profundo mar, tirando-me da areia e levando para me amar. 

Vamos ao teu canto dançar até que o canto de prazer venha a extravasar de alegria e paixão. 
Sente minhas mãos a te tocar....
Mprado
Enviado por Mprado em 15/11/2007
Reeditado em 15/11/2007
Código do texto: T738349

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mprado
Portugal, 65 anos
377 textos (24033 leituras)
10 áudios (2296 audições)
2 e-livros (61 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 03:29)
Mprado