Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUE O AMOR SEJA CONTIGO.

Quando menos se acredita ver as manifestações do querer, ali está ele, o Amor!

Declarando-se em sua voluntariedade tão silenciosa quão superior.

É assim essa Força que une pessoas e que atenua circunstâncias dolorosas.

Revela-se sem nenhum alarde fazer!

Ao ver no outro a necessidade imperiosa de tantas coisas, sem ser indiferente, mostra-se: o mais velado amigo.
Pode, também, ser: o esposo, ou irmão, o remédio, a refeição ou a mãe que faltava.

Sempre disposto a consolar é o Amor dotado de uma paz infinita!

Sem exigências ajuda sem indagar: a crença, de onde se está chegando, a cor do partido, da pele, o que se faz, ou se fez; se certo ou errado.
Ensinando sempre, leva a compreender que o bom termo não é exclusivo a um somente.

Ao Amor apenas lhe importa, saber o que pode fazer para secar o pranto.

Seja dia, ou seja, noite, em uníssono, o Amor se faz presente, irradiando-se, enchendo os corações de ânimo e alegria.
Com Amor a vida do ser se volve muito, muito, mais venturosa. Numa mais perfeita harmonia.

Que o Amor seja contigo!
Cláudia Célia Lima do Nascimento
Enviado por Cláudia Célia Lima do Nascimento em 21/11/2007
Reeditado em 21/11/2007
Código do texto: T746032

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cláudia Célia Lima do Nascimento
Luziânia - Goiás - Brasil, 52 anos
485 textos (16481 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 22:53)
Cláudia Célia Lima do Nascimento