Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OUTONAIS

OUTONAIS

Delasnieve Daspet
 
Sou folha envelhecida pelo tempo
Que o vento carrega de um lado a outro
No vendaval que me assola!
 
Sou verbo. Sou carne.
 

Sou vinho, tinto, seco,
Com sabor e têmpera
Que os anos melhoram!
 
 
Deixei que o vento varresse
Também as palavras;
E que o brilho de meu olhar
Nasça   nas frias madrugadas!
 
Sou um tímido raio de sol
Que se espalha na amplidão
Buscando aquecer e aquecer-me,
Neste sonhar que me cobrem
As pontas dos dedos e que
Não cabem em mim.
 
Vou-m'embora!
Entrego-me a densa bruma
Que a lua pálida clareia e
Em cujos braços abertos
Afogo o meu penar!
 
E nos abraços de meus braços,
No beijo de meus lábios,
No sal do suor que me escorre
Toda a saudade que guardo
Em meus sonhos!
****10,00 hs do dia 1º.- 12- 2001
Campo Grande MS

Delasnieve Daspet
Enviado por Delasnieve Daspet em 21/11/2005
Código do texto: T74620
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Delasnieve Daspet
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 66 anos
654 textos (28478 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:19)
Delasnieve Daspet