Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TU CABES EM MINHAS MÃOS

              -  23/11/07 -

 

 

- Luzbel –

 

 

                          Definitivamente tu cabes em meu coração, porque tu és do tamanho dos desejos que ali estão contidos.

 

Docemente tu cabes em minhas hiantes mãos, porque elas permanecem cheias de carinhos para ti e esperando por ti.

 

Misteriosamente tu cabes em meus velhos olhos, porque quando eles se envolvem com os teus olhos, eles não se envolvem com mais ninguém.

 

Lubricamente tu cabes em meus beijos, porque os nossos lábios famélicos devassam todos os mistérios do amor que nos une.

 

Prazerosamente tu cabes em todo o meu corpo, porque quando fazemos amor, as nossas almas em êxtase são levadas para as pradarias dos sonhos.

 

Finalmente minha linda mulher, tu cabes integralmente em todo o meu ser, porque entre ser e não ser, doravante já não nos pertencemos mais, porque apenas somos únicos, indivisíveis e entrelaçados pelo amor.

 

Quero viver o meu crepúsculo com estes olhos cansados, eternamente às sombras dos teus lindos olhos verdes.

Tudo porque te amo de muito amor.

 

 

 

                                        

 

 

                                        

Eráclito Alírio da silveira
Enviado por Eráclito Alírio da silveira em 23/11/2007
Reeditado em 23/11/2007
Código do texto: T748749
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eráclito Alírio da silveira
Imaruí - Santa Catarina - Brasil, 75 anos
889 textos (141000 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 09:37)
Eráclito Alírio da silveira