Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Há em mim uma sensação de vazio interior. Apesar de acreditar no amor, já não creio mais na fusão de almas, afinidades eternas, almas gêmeas...
Houve um tempo em que sonhei encontrá-lo; outras a certeza de vivê-lo.
O desejo que tinha era simples! Amar, simplesmente amar... Sem reservas, uma doação íntegra e integral. Parece-me que sonhei sozinha, que o desejo não passou de um sonho.
O amor que tenho é intenso demais!
Não é desilusão o que sinto, mas, uma sensação de vazio, preço pago pelo excesso de sensibilidade. Não tenho ilusões em relação à amores eternos, infelizmente e dolorosamente, não!
Não esse que pensei existir... De certa forma penso que muitos passam por isso.
O amor que hoje guardo e que a ninguém tenho a entregar é simples, sereno, não existe. Posso canalizá-lo para o amor fraterno, mas, sempre existirá uma ausência indefinida e infinita, que sei que não será preenchida. O desejo de estar ao lado, partilhar e comungar os mesmos objetivos.
   

Wanderlúcia Welerson Sott Meyer
Enviado por Wanderlúcia Welerson Sott Meyer em 01/12/2007
Reeditado em 31/03/2011
Código do texto: T760593
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Wanderlúcia Welerson Sott Meyer
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil, 50 anos
769 textos (22931 leituras)
2 áudios (37 audições)
6 e-livros (608 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 10:30)
Wanderlúcia Welerson Sott Meyer