Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AINDA EXISTE VIDA EM VOCÊ.

A vida foi dada por eterna bondade,
Não merecíamos tanta misericórdia
E Deus nos deu esse maravilhoso ar,
Essa energia que entra em nosso corpo.

Que entra por duas vias principais:
A boca que se diverte antes do dever;
O nariz que recebe bons e maus cheiros,
Mas não deixa de dar o combustível ao coração.

A vida entra cheia de força e de alegria,
A vida é mantida dentro de um mecanismo
De poder real, luminador extremo e enraizado.
Mais bela e mais feliz do que qualquer argumentação poética;

Ela Inspira e faz a emoção tomar conta do artista,
Para dela falar numa tentativa incontida de que todos
Possam dela continuamente se embriagar,
Em uma  embriaguez que nos leva a uma festa.

A festa mais culminante, mais dopante que a droga.
Droga que ainda o homem não fez, mas sonha
fazê-la, a fim de que termine a falsa tristeza.
Tristeza que só ele vê, porque foi ele quem a fez.

A vida viaja no teu sangue e alimenta
A sua menor parte, a mais indivisível que se possa
Pensar  e entender que a vida está ligando você a você.
Ela navega e voa com aterrizagem benéfica.

Aterriza no seu pulmão faz festa em seus alvéolos,
De uma forma poética chega ao seu cérebro.
Ela é a sua mente, ela é você, ela é a maior canção.
A vida sua mente e alma, porque ela é a sua calma.

A calma não foi embora e nunca irá sem ela.
O nervosismo uma mentira, a depressão um embuste.
Não creia na infelicidade, porque ainda há muitos prazeres
Que você pode conhecer a partir de agora, sem drogas.

Fala a si mesmo esse pensamento e vê:
Se não vale a pena dizer não para essa luta tão pequena.
Olhe para dentre de si veja e sinta o prazer de respirar e de engolir.
Pense: Deus fez a vida e entregou para mim.
Eu sou importante, Eu tenho Jesus Cristo sim!

Jair de Oliveira
Enviado por Jair de Oliveira em 02/12/2007
Código do texto: T761359

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jair de Oliveira
Corumbá - Mato Grosso do Sul - Brasil, 57 anos
154 textos (6681 leituras)
3 áudios (85 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 01:58)
Jair de Oliveira