Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DIA BRANCO

Eu vi! Aquela fumaça branca, parecendo névoa e que nem fumaça era! Eu senti aquele ar frio que nem frio era, apenas fresco por causa dos finos fios de água descendo das nuvens...

Era ali mesmo que eu estava sentado, naquele minúsculo terraço, uma varandinha adornada com uma pequena cesta com flores coloridas e perfumadas. O perfume delas não chegava incomodando... Era perfume fresco, discreto, que se misturava ao vento, ao ar.

Era claro o dia. Branco. Claro e branco. E fresco. Limpo. Ficou limpo porque a água da chuva lavou as ruas riscadas, o ar cinza de pó e deixou tudo transparente, translúcido, quase brilhante.

Só não conseguiu deixar minha mente lúcida. Ainda agora não consigo concatenar idéias nem conclusões pra decidir o que fazer. Afinal, com esta chuva, boa música e tempo livre porque preocupar-me-ia com decisões quanto a lugares, horários e pessoas?
ana K
Enviado por ana K em 26/11/2005
Código do texto: T76754

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ana Karina Dutra - www.kaka-anak.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ana K
São Paulo - São Paulo - Brasil
219 textos (15874 leituras)
3 e-livros (265 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:46)
ana K