Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dor

Por que te sinto, apertando meu peito, formando este nó em minha garganta?
Turvando meus olhos antes vivos e alegres com lágrimas e sombras.
Que sensação ruim , triste que tanto me machuca. Como se fossem espinhos longos e fortes me rasgando.
Fico a cada dia que passa me questionando como o ser humano é capaz de ferir, de causar dor nas suas mais variadas formas.
Alguns eu acredito sentir até prazer com isso, o fazem apenas por diversão se aproximam das pessoas depois as ferem. Apenas por distração, ou na inocência.
Esquisito né? Por vezes engraçado, mas será que provocamos dor na inocência? Existe isso?? Ou simplesmente desconhecem os príncipios.
Como podem provocar tanta dor , desprezando nosso coração e sentimentos.
Que inocência é essa? Que direito é esse? Qual verdade que desconheço? Que parte perdi? Não sei, mas todo dia me pergunto e me preocupo se magoei alguém.
As pessoas como sempre egoístas despejam as palavras, sem ao menos se dar conta do que fazem , ou seja, da dor que causam, da decepção que geram, da alegria que roubam.
Conseguem usar as palavras tanto para acarinhar assim como para magoar , ferir, provocando a dor, que na realidade sempre está junto de nós apenas esperando estímulo.
Dor esta maior que a física, pois esta logo passa.
No entanto a dor causada pela decepção, pela separação, esta fica, apenas o tempo a remove, ou ameniza que seja.
Dor e tempo são amigos será ? palavra vaga esta : " Tempo".
Pois é tempo, quantas vezes dissemos a nós mesmos: o tempo tudo resolve, porém sem termos a menor idéia de espaço ou duração.
Penso até que a dor está intimamente relacionada ao amor, somente a sentimos por alguém que amamos muito ou julgamos ser importante.
Também é na dor que encontramos pequenos gestos de amor como amigos que nos amparam ou ainda companheiros, que são verdadeiros anjos à nos zelar, afagando nossa alma e acarinhando nosso, até então, magoado coração.
Nos revelando gratas e doces surpresas, fortalecendo os laços.
Contudo, não me queixo em sentir dor, pois ela é bom indicador. Voce deve estar rindo neste momento, dizendo a si mesmo: Que pessoa insana é esta que não se queixa da dor que sente?
Saiba que me alegro em senti-la sem vergonha de dizer, pois ela provém do meu coração. Logo se a sinto indica que sou capaz de amar sob todas as formas, portanto:
ESTOU VIVA!!!!
Alegro -me pois mesmo com toda a dor que vida fez questão de me apresentar aos poucos. Ela não consegue meu coração aplacar, e, sempre fortalecido no amor ele irá pulsar.  
Rofan
Enviado por Rofan em 08/12/2005
Reeditado em 08/12/2005
Código do texto: T82339
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rofan
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
84 textos (4610 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:29)
Rofan