Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

encontrei-te por aí

eu já me sentei no fim
baralhei e fiquei lento
eu já vi a praia escura, sim
e esbanjei o pensamento

eu já me perdi
e larguei o que sinto
depois, de lá saí
e aprendi no labirinto

deixo o azar de lado
vou à procura da sorte
combato este fado
tu livraste-me da morte

encontrei-te, amor, por aí
és o romance que li
encontrei-te, amor, por aí
estás, livre, dentro de mim

lisboa (primavera de 2000)
Nuno Trinta de Sá
Enviado por Nuno Trinta de Sá em 28/12/2005
Código do texto: T91489
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nuno Trinta de Sá
Portugal, 43 anos
73 textos (1677 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:30)