Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Declaração de amor

Será a vida um mar de  bostas? Ou será apenas feita de diferentes momentos? Mas na minha cabeça, parecem configurar-se num só instante. Instante esse, que parece conter todas as minhas dúvidas sobre a vida.
Precioso momento volátil que reitera  minha sensibilidade(a que tanto temi). Por isso, declaro hoje: sou o poeta de todas as estéticas, visto-me de várias faces e máscaras. Sim. mascaro-me  sob diversas formas.
Perai! Porém, hoje; hoje? Acho que é mesmo especial: sou inocente por todos os atos e injustiças que cometi a mim mesmo; não faço uso mais de formalidades para entender as relações.Porque eu sou as relações, ou melhor, as inter-relações. Sou. Liberto-me dos pretextos pra dizer: te amo.
existencialista
Enviado por existencialista em 29/12/2005
Reeditado em 30/01/2015
Código do texto: T91577
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Natan Oliveira Ferreira). Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
existencialista
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 29 anos
95 textos (4432 leituras)
1 áudios (26 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:22)
existencialista