Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                AREIA É MATÉRIA LIVRE



          Areia de praia é coisa enganosa. A gente desenha um coração caprichado, escreve nome dentro e ainda arremata com flecha transpassando; vem uma onda mais compridinha e carrega aquele amor todo enfeitado... O mar se recolhe e fica achando que quando recuou, levando a paixão homenageada, transformou tudo numa massa consistente, empapada, escura. Além de apagar o amor, ainda fez ele virar lama... Embuste de areia: é só abrir um solzinho que ela se esfarela toda de novo. Se revira naquele pó que até brilha um pouquinho e escapole por entre os dedos da gente. Areia é matéria livre. Às vezes o homem pinta ela de um monte de cores, prende numa coisa de vidro e chama de ampulheta. Fica lindo! Um primor de brinquedinho: aqueles grãozinhos coloridos atravessando de um botijãozinho de vidro pro outro através de uma passagem bem estreitinha, marcando a passagem do tempo que nos escraviza... Vingança de areia em cativeiro... Areia é matéria livre.... E dissimulada.
Rosane Coelho
Enviado por Rosane Coelho em 03/01/2006
Reeditado em 04/01/2006
Código do texto: T93743
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosane Coelho
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 62 anos
883 textos (38595 leituras)
1 e-livros (108 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:45)
Rosane Coelho