Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Noite vazia

A luz que brilha lá fora
Já não me convence
Nem me assusta mais,
O meu receio é que ela desapareça, que um dia me esqueça
E me deixe pra trás.
Pois a noite já não tem mais sentido
E o que eu tenho vivido
Nem dá para explicar.
São bares, orgias, vida airada
Noturnas espreitadas, vadias caminhadas.
Quero mais é poder sorrir
Pois um dia desses eu me desencanto
Guardo comigo todo o meu pranto
Sei que na estrada tenho meu encanto
Por isso acendo uma vela pro santo.
Sofro amarguras e decepções
Faz parte do jogo de quem faz armações
Mas sigo a regra do meu coração
Viver acompanhado sempre em solidão.
Não troco por nada minha liberdade
Traição não é maldade é apenas diversão,
Falo isso de verdade
Pois quem chega a minha idade
Sem o seu amor do lado não tem outra opção.
Só espero que as estrelas
Em soberana astrologia
Me concedam por um dia
Um momento de alegria
Nessa noite tão vazia.
Sérgio Corrêa
Enviado por Sérgio Corrêa em 03/01/2006
Código do texto: T93843
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Corrêa
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 45 anos
68 textos (1744 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:44)
Sérgio Corrêa