Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Loucuras de nós

Tuas travessuras, tuas revoltas
Já não me convencem mais.
Te vi perto dos meus olhos,
Mas longe da minha mão.
Queria teu jeito sobre o meu corpo
E seus gemidos na minha cama,
Mas seus desejos me traíram...
Qual é a cor do teu caráter
Que não me tem, que não me trai
E só me seduz?
Qualquer dia te jogo contra as paredes
Do nosso cotidiano e te mostro como
Se faz uma mulher.
Sem culpa, pelo prazer não consumido,
Sem ódio, pelo fim das nossas loucuras.
Ah! Me liberte dessa adesão cega,
Desse amor aflito.
Me liberte desse teu cheiro, branca
Pele, pérolas,
Desse teu beijo que me dá tédio,
Essa tua inocência que você leva
Nas costas.
Já estou a implorar que abandone
O meu corpo.
Eu sou sua cantiga de ninar, quem
Sabe ópera.
Você é o vício que trago; o ídolo de
Quem me afasto para não me decepcionar.
Te amei e amo, como se não soubesse o
Fim dessa paixão.
Loucura de nós.

Sérgio Corrêa
Enviado por Sérgio Corrêa em 03/01/2006
Código do texto: T93848
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Corrêa
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 45 anos
68 textos (1744 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:27)
Sérgio Corrêa